24.9.09

Desacordo

"O Brasil é o único país que recebeu a língua de fora e que impõe uma revisão da língua ao país matriz, como se os Estados Unidos impusessem um acordo ortográfico à Inglaterra", afirmou Sousa Tavares, criticando o facto de não ter havido uma consulta aos profissionais que trabalham com a língua, como os escritores, jornalistas e professores.
"Ninguém foi ouvido, o acordo foi imposto tanto no Brasil como em Portugal".

Miguel de Sousa Tavares, aqui.

Discordo tanto, mas tanto deste raio desta imposição ortográfica. Eu acho que a nossa língua é hoje em dia o nosso maior tesouro. O português é lindo e bem falado é muito estimulante.

Agora não me venham com tretas, quem toma decisões relativamente à língua é o país de origem. Como alguém disse há uns tempos, se há muita gente a cometer o mesmo erro, tornar o erro regra não resolve coisa nenhuma. Senão daqui a uns tempos é ver nos livros palavras e expressões tão bonitas como "há-des" ou começar a ver-se escrito em documentos oficiais as abreviações de certos verbos "tá assim definido que...".

É triste, triste, triste ver a nossa língua ser tão maltratada a troco de nada. Nestas alturas é que ficava bem fazer um referendo.