23.12.09

A Transformação

Levanto-me, visto-me, como, saio de casa. Entro no carro, ligo o rádio e começo o caminho que me leva ao escritório. A minha cabeça está vazia. Estaciono sempre na mesma rua e ando 5 minutos até ao escritório. Ponho o dedo na máquina que controla a hora da entrada e sento-me ao computador. Olho para o relógio, passam 5 minutos e olho outra vez. Na hora de almoço faço os 5 minutos que me separam do pingo doce. Volto, almoço e sento-me ao computador. Espero pelas 6.30, passo o dedo e vou-me embora. Passo na portagem, apanho trânsito. O rádio toca, mas a minha mente está vazia. Chego a casa e é hora de jantar.

Casa, carro, trabalho, carro, trânsito, casa.

Anseio pela altura em que me deito e posso deixar de me esforçar. Dormir é o ponto alto do meu dia.

E repito a mesma rotina todos os dias. Assim tem sido e assim será.

Sei o que sou. Sou um zombie que vegeta e que se arrasta dia após dia, enquanto a minha alma vai desaparecendo na auto estrada.

3 comentários:

luasol disse...

Porque não continuas a tentar noutro país? Portugal não é país para ti... tenta novamente na Holanda, ou Londres, Irlanda... por vezes temos de abdicar de umas coisas em prol de outras... ou um emprego na area que gostas ou sair desse país... a escolha é tua e só tua! Eu preferi sair do país... estava farta de me queixar! hoje estou bem melhor (emocionalmente, psico e economicamente) do que quando vivia em Portugal!
Força!!!!

Mononoke disse...

Eu continuo a tentar, mas nao esta facil :7.

cadu1981 disse...

Infelizmente muita gente tem vida assim. Infelizmente a mim acontece-me a mesma coisa... tb preferia sair do pais... mas a "miuda"..